Buscar

Série: Perigos da Profissão - Perito Criminal

A atividade criminalística, de caráter multidisciplinar e dinâmico, é realizada em qualquer ambiente físico que demande investigação.

Os atendimentos em locais de morte violenta sempre são realizados em regime de urgência, em caráter de pronto atendimento, exigindo do Perito Criminal elevado grau de atenção, observação e disposição física, independentemente das condições do local ou período do dia em que o serviço demanda ser realizado.

Em destaque, caso real do Perito Criminal Otacílio de Souza Filho, que foi designado em 1976 para efetuar uma perícia no de Minas Gerais, em um local onde ocorreram duas mortes violentas. A tragédia teria ocorrido na Serra da Moeda, no interior do município de Congonhas. As vítimas, um casal de geólogos, ao colherem amostras de rochas para estudos, caíram de um desfiladeiro vindo a falecer. O local, de difícil acesso, provocou a morte do Perito, que ao tentar chegar até o local onde encontravam-se os corpos das vítimas, perdeu o equilíbrio e caiu, vindo a falecer de forma idêntica à do casal de geólogos.

Como forma de homenagear o Perito Criminal Otacílio de Souza Filho, foi criada a Lei Federal de nº 11.654/2008, sendo comemorado oficialmente todo dia 04 de dezembro (data de nascimento do Perito Otacílio) o Dia Nacional do Perito Criminal.




5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo