Buscar

Entomologia Forense: a aplicação de insetos em investigações criminais.


A Entomologia Forense é uma ciência que aplica o estudo de insetos nos procedimentos legais. O ramo de entomologia constitui em uma ferramenta para determinar a data da morte e outros aspectos relacionados.

A Entomologia é dividida em três áreas: a Urbana (que estuda as interações entre os insetos e os meios urbanos); A de produtos estocados (estuda relações de insetos e de produtos armazenados); E a Médico-legal (estuda insetos que são uteis na elucidação de casos criminais, envolve insetos necrófagos que vivem em contato com restos mortais).

O primeiro caso envolvendo a Entomologia Forense é datado do século XIII, na China, onde um homem foi assassinado a golpes de foice próximo a um campo de arroz. No dia seguinte ao crime, o investigador de polícia intima os empregados da propriedade rural no qual se passou o ocorrido para que depositem seus instrumentos de trabalho no chão. Em questão de poucos minutos, moscas pousam em uma específica foice, que apresentava vestígios de sangue, diante da evidência o dono do instrumento acaba confessando o crime.

No Brasil os estudos em Entomologia Forense tiveram início no ano de 1908, através dos trabalhos pioneiros de Edgard Roquette Pinto no Rio de Janeiro e Oscar Freire na Bahia. Com levantamentos de estudos envolvendo casos humanos e animais, esses autores registraram a diversidade da fauna de insetos necrófagos em regiões de Mata Atlântica.




11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo