Buscar

APLICAÇÃO DO LUMINOL EM VESTÍGIOS E LOCAIS DE CRIME


A presença de manchas de sangue é muito comum em alguns locais de crime. Por vezes, o autor tenta ocultar essas manchas do local ou de objetos envolvidos na prática do crime (instrumentos, vestes, calçados, etc.), limpando-os com água ou produtos químicos, como água sanitária. Quando as manchas de sangue não são visíveis (latentes), o uso do luminol (reagente quimioluminescente) pode ser uma ferramenta decisiva para a elucidação de um crime.


Reação de quimioluminescência do luminol em solado de calçado com manchas de sangue latentes. Exame pericial realizado por Peritos Criminais da Seção de Crimes Contra a Pessoa (SCPe). Fotografia: Perito Criminal Gabriel Souza Cruz.

O luminol pode ser aplicado em grandes áreas onde manchas de sangue latentes estão potencialmente localizadas. Uma reação positiva sugere a presença de sangue e também pode revelar os padrões das impressões sangrentas.


Fotografia antes (A) e após (B) a pulverização do luminol sobre uma região da parede de um local de crime.

O luminol também pode ser utilizado quando a superfície é escura e dificulta a visualização das manchas de sangue, como por exemplo, em tecidos de cor preta.


Fotografia antes (A) e após (B) a aplicação do luminol em recortes de tecido de cores preta e branca contendo manchas de sangue. Fotografia: Perita Criminal Ana Luiza Calil.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo